sexta-feira, 1 de junho de 2012

Obra e Empreendimento


Fico feliz pela correria que tem aumentado para mim e ao mesmo tempo chateada por querer desenvolver atividades como atualizar o blog e não ter tempo, ou, quando surge uma brechinha, falta-me forças. Mas hoje, vim cumprir com meu compromisso de blogueira, principalmente, em respeito e carinho àqueles que por aqui passam buscando atualizações, ou mesmo para pescoçar algo sobre a minha vida, que inclusive, vai muito bem, obrigada! 

Como demorei 14 dias (putz!) para atualizar meu cantinho, já chego com novidades! Já postei aqui que meu marido e eu compramos uma casa e não moramos nela ainda, por eu querer colocá-la de um jeito mais bacana, que nos proporcione mais conforto, certo? Pois é... Este dia está mais próximo que nos últimos meses. Na cidade que moro, nosso maior problema para reformar e ampliar nossa casa, era pedreiro bom. Graças a Deus, conseguimos um que iniciará nossa obra em cerca de 10 dias. Estou tão feliz por isto... O Gui, meu publicitário criador, não se contentou em contratar um arquiteto, ele mesmo quis elaborar o projeto da nossa casa, junto ao engenheiro. Como gosto de cozinhar, meu único pitaco foi no tamanho da cozinha. Ele só não sabe, ainda, que vou interferir pacas no acabamento... Hehehehehehehehe

É tão bom acordar dia após dia e saber que o sonho está mais próximo de ser concretizado... Chega a dar a sensação de borboletas na barriga. Borboletas, inclusive, estão associadas à liberdade. To doidinha pra ter liberdade de onde colocarei minhas louças, tapetes, cortinas, móveis, eletrodomésticos... Tudo!

Esta obra, com certeza, nos fará muito bem. Mas, mais que isto, já estamos preparados para os ‘conflitos’ que podem surgir. Precisamos mesmo é manter a comunicação direta para entrarmos em acordo. Todos que passaram por esta fase de ‘obra’, já me alertaram das dificuldades, não só a de choque de ideias. Mesmo que tenhamos juntado uma graninha, e se precisar, faremos um empréstimo para iniciar e concluir nossa casa, a situação aperta. Todo o dinheiro adquirido com o Jornalismo e Agência de Publicidade serão destinados à construção da nossa casa, o foco passa a ser a obra e a situação financeira entra em evidência.

E eu, como eu fico? Tenho minhas necessidades femininas. Sou vaidosa, priorizo manicure, cuidar dos cabelos, depilação, sair em um fim de semana, presentear uma amiga pelo aniversário, comprar uma blusinha... Será que eu conseguiria ficar sem tudo isto até a conclusão da obra, cerca de 6 meses? É claro que não! 

Não é segredo para ninguém que eu amo e sei cozinhar muito bem, certo? Se a modéstia me permite, eu já dou a resposta positiva. E pensando nas coisas que gosto de fazer, como me cuidar, e na falta de dinheiro que passarei nos próximos 6 meses, tive uma ideia. Em Pinheiros funciona uma faculdade à distância, que os alunos precisam ir até o prédio cerca de 2 vezes por semana. As aulas de cursos variados acontecem de segunda à quinta-feira, com cerca de 20/30 alunos. Amigos meus que estudam lá, reclamavam que ninguém vendia nada para comer. Conversando com um e outro, perguntei o que achavam de eu fazer caldos para vender durante os intervalos, já que a noite pinheirense está fria nesta temporada. Gostaram da ideia, e eu mais ainda! Conversei com o Gui e ele disse que me apoiaria. Pois bem, segunda-feira (28/maio), fui ao supermercado, comprei as coisas, trabalhei das 8 às 17 horas, fui pra casa preparar o caldo. Tudo ficou pronto, tomei banho e às 20 horas eu já estava na porta da faculdade iniciando meu novo empreendimento. O Gui me ajuda a levar as coisas no carro e recebe o dinheiro das vendas, ele é meu voluntário! Haushaushauhsuahsuahsuas... E assim aconteceu até quinta-feira. O bacana é que atraio pessoas de fora da faculdade, além dos alunos. Já sei que preciso variar o cardápio de acordo com a demanda e sugestões dos clientes. Graças a Deus, além de ter noção do quanto venderei por dia, as pessoas elogiaram, além da minha iniciativa, o sabor! Ah, que como é gratificante o reconhecimento...

A verdade é que estou muito feliz com os resultados em geral. Por mais que eu fique mais cansada que o normal, (já que, além de trabalhar em meu próprio Jornal, presto assessoria de comunicação parlamentar, desenvolvo freelas e presto serviços voluntários para a comunidade), não ficarei sem realizar minhas ‘coisinhas de mulher’. Uma pessoa que tenho muito carinho e respeito, inclusive a considero minha amiga, disse uma coisa que muito me alegrou ao saber da minha atitude. Disse que eu passo imagem de ‘mulher de salto’, moderna, que trabalha fora, etc e tal, e que minha garra e ser batalhadora, são características que me valorizam mais. Graças a Deus, nunca tive medo, preguiça e vergonha de trabalhar! 

11 comentários:

  1. É isso aí, amiga. Eu estou precisando conversar contigo sobre umas ideias que estou... Era exatamente sobre isso...

    ResponderExcluir
  2. que delicia de caldos ... hum sua casa agora vai ficar novinha em folha ! beijinhos e não esquece que tem sorteio e video no blog ke .

    ResponderExcluir
  3. Que maravilha! E esse caldo aí me deu uma fome danada, mesmo aqui no breve quase-verão europeu. Parabéns por ser essa mulher guerreira e cheia de atitudes! Sou seu fã! Bjao e boa sorte!!

    ResponderExcluir
  4. Oie adorei seu blog, as postagens perfeitas.
    Segue meu blog ? Sigo de volta, Só avisar !
    Bejim: Wallyson
    Do: www.fatosdaminhavidinha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Precisamos sempre de alindar o lugar onde vamos passar grande parte da nossa vida!
    Força nessa obra!
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  6. Saudações Thais! Que felicidade..... um grande desejo de sucesso surge de meu coração para vc <3!!! Beijos e abraços!

    ResponderExcluir
  7. Visitando, lendo, gostando, indo, mas volto.

    abração!

    ResponderExcluir
  8. Interessantes teus posts, escrevo para divulgar o : www.o-cercadinho.blogspot.com Caso queira acompanhar e dar umas risadas,
    será um prazer ter nos visitando lá. O que é o Cercadinho? Segue apresentação para te situares. Em cada relacionamento afetivo, os envolvidos ficam restritos a um espaço, O Cercadinho, onde acontecem as interações. Em algumas fases, está cheio de "queridas", mas em outros, quase vazio. O Cercadinho é o resultado das conquistas amorosas, onde cada um preenche à sua maneira e gosto. Pode ter o critério de cotas e uma de cada: loira, morena, mulata, ruiva e/ou japa. Com faixas etárias e tipos variados. Até monogâmico com apenas uma mulher selecionada. Somos dois homens escrevendo relatos e histórias, sem pretensão literária sobre O Cercadinho. Seco, objetivo e um pouco bagual com sentimentos, assim é Iberê. Apaixonante, cafajeste e trash total, esse o Marcão. Entre no nosso Cercadinho e boa leitura.
    Iberê

    ResponderExcluir
  9. FAZENDO UMA VISITA.
    LI SEU TEXTO.
    PARABÉNS E SUCESSO.
    NOSSA! ESSES CALDOS DEVEM SER UMA DELÍCIA.
    UM ABRAÇO.

    ResponderExcluir
  10. Visitando, lendo, conhecendo...


    Abraço, volto.

    ResponderExcluir
  11. Eu tb estou em "obras" na minha casa; é uma loucura com poeira, barulho, compra de materiais, etc... Mas, ao final, tem que valer a pena.
    Desejo-lhe sucesso no empreendimento!

    ResponderExcluir