terça-feira, 15 de novembro de 2011

Feriado Simples

Enquanto estou em outras atividades que não seja desenvolvendo minha profissão, sempre penso no que escrever em “Sinais de Mim”. As idéias fluem de um jeito, que não consigo deixar de pontuar meu pensamento, como se escrevesse. O que complica é quando sento no computador, tudo o que pensei e imaginei postado aqui, some da minha mente. No momento em que isto acontece, é porque só penso em uma coisa: Trabalho!

Como trabalho em frente ao PC, penso que já estou condicionada a sentar à mesa para escrever matérias, revisar textos, escolher as melhores fotos, verificar a caixa de email, conferir as postagens do site e esquematizar pautas para o próximo jornal, que também é revisado por mim. 

Mas hoje fiz diferente. Todos os feriados, pra mim não faz diferença, pois não consigo descansar já que o trabalho me consome um tantão. Ontem eu estava prestes a desligar o computador, uma amiga me chamou no MSN e convidou o Gui e eu para irmos a Mucurici (um balneário muito gostoso, em uma cidade vizinha à minha) comer uma moqueca e passar o dia contemplando a natureza. Sem pestanejar eu já fui logo respondendo que íamos trabalhar. Em seguida ela retrucou: “Vocês estão trabalhando demais, cuidado... A vida tá passando e vocês só se concentram nisso. Há muito o que ser feito por vocês e com vocês”. Agradeci o convite, mas fiquei com isto em mente. É fato que eu já sabia o que minha amiga me alertou, mas parece que quando uma pessoa reforça o que sei, funciona melhor. Será que só é assim comigo? Rsrsrsrsrsrs. 

E assim aconteceu: Hoje pela manhã, acordei pronta pra comandar o fogão. Amo cozinhar, e tudo o que faço é com muito amor e dedicação. Ao acordar, meu marido já não estava em casa, saiu cedo para a empresa. Cozinhei, aprontei, almoçamos e todos aprovaram: Mamãe, Papai, Gui e Henrique (um grande amigo que escolhi para passar o dia comigo). Logo que terminamos de almoçar, o Gui lançou a pergunta: “Você vai pro Jornal que horas?” E sem nenhuma culpa, respondi: “Hoje hora nenhuma. O Henrique passará o dia aqui, vamos fazer bolo e alguns testes na cozinha. Além do mais, preciso descansar”. Ele me olhou com uma cara de insatisfeito, mas não fraquejei.  Passei o dia tricotando com o Henrique, fizemos bolo (e outras gordices mais), sucos naturais, dormimos e fuçamos a net.  Não necessariamente nesta ordem... 

Uma das coisas que conversamos, foi sobre o “Sinais de Mim”, e o incentivei a fazer um blog pra ele, que gostou demais da ideia. Quando fiquei pensando o que escrever aqui, aproveitei meu momento ‘relax’ e descansada, não pestanejei e sai logo digitando tudo o que vinha em mente. Com certeza consegui fazer duas coisas: Atualizar meu blog, em respeito aos meus seguidores e aos demais que aqui vem me visitar (por uma razão ou outra) e dividir com vocês esta coisa bacana que é tão simples, mas fazia mó tempo que eu não vivia. Realmente, as grandes coisas da vida, estão nos detalhes e em momentos/coisas/situações/pessoas simples!

Abaixo, vocês acompanham a deliciosa receita de bolo de coco com cobertura de chocolate feito pelo meu amigo Henrique.

Bolo assando...
Meu amigo Henrique fazendo a cobertura do bolo que já estava assando
Huuummmm... Leite condensado é bom até com giló!
As iniciais dos nossos nomes com coco: Thaís Livramento e Henrique Wandel-Rey


Para acompanhar o bolo de coco, suco natural de abacaxi com hortelã
Atacar, né?

12 comentários:

  1. Anônimo23:22

    Sempre bom tirar um dia pra gente... é capaz da vida passar e agente só perceber la na frente!ai já é tarde..nem tem mais tempo...

    ResponderExcluir
  2. Bom saber que as broncas dos amigos funcionam mais do que a sua consciência... Vou te ligar mais vezes, rs!!!

    Brincadeira, amiga! É isso aí, cuide-se!

    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  3. Ai, que vontade que deu de comer este bolo :D Espero ter a oportunidade de um dia fazer uma festa dessa na cozinha com vcs!

    ResponderExcluir
  4. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Alma de poesia. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. E como é importante dedicarmo-nos um dia e fazermos dele o que queremos!
    É assim que recarregamos as nossas baterias.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Só dá pra concordar com tudo!! Tem que dar uma escapada pra viver vez ou outra. Por outro lado, quando vc faz o que gosta, nem parece trabalho. É só achar a medida. E comer bons pedaços de bolo, claro.... ;)
    bjoca

    ResponderExcluir
  7. Curtindo seu blog... muito gostoso de ler suas vivencias!

    ResponderExcluir
  8. Falou tudo, Thaís.

    Os grandes prazers da vida estão nas pequenas coisas, momentos e, principalmente, pessoas.

    ResponderExcluir
  9. Saudações Thais! Mas olhe que delicia de feriado huh? Beijos e abraços!

    ResponderExcluir
  10. Um bolo é tudo de bom, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  11. Que beleza, as fotos ficaram suculentas e eu confesso que foi um bom indicador para eu ler esse texto, adorei essa atualização, em boas partes do texto percebi que também passo por esses problemas, ocupado demais para as coisas simples que me fazem mais feliz e por ai vai, curti muito seu blog e eu também amo cozinhar, dá uma olhada no meu blog depois :

    http://felipeouverney.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Também amo escrever, cozinhar e compartilhar coisas boas com os amigos, Thaís!


    ;)

    Beijos.

    ResponderExcluir